Ei ansioso, pratique o Acalme-se.


Olá amores e amoras,

Sabemos que o mal do século é ansiedade, a grande maioria dos jovens e adolescentes são ansiosos e muitos sofrem com as crises de ansiedade. Ansiedade todo mundo tem, é normal.
Ficar ansioso com um encontro, com uma entrevista de trabalho, com o primeiro dia de escola ou emprego, tudo isso é normal.  Ansiedade é normal até o momento em que você começa a sofrer com ela, quando você começa a ter crises, aí vira um problema que se não for tratado pode virar uma pequena catástrofe pessoal.

Pra quem não sabe a ansiedade é um processo físico que nos mantém em alerta, criando no nosso corpo um estado de vigília no qual todo o corpo fica preparado para reagir a agressões exteriores, e o nosso cérebro fica com maior agilidade de raciocínio, numa tentativa de, perante o medo, encontrar uma solução.  E o mesmo possui alguns sintomas, como:
  • Fadiga;
  • Insônia;
  • Dores no peito e palpitações;
  • Boca seca;
  • Suores, mãos úmidas;
  • Contrações ou tremores incontroláveis;
  • Tensão muscular e dores;
  • Necessidade de urinar mais vezes;
  • Dificuldade em relaxar;
  • Sensação de impotência, dentre outros.
Quando eu tive minha primeira crise comecei a fazer terapia e a primeira coisa que minha terapeuta ensinou foi a técnica do ACALME-SE, no qual é bem simples e ajuda bastante, porém é necessário repeti-la algumas vezes e talvez sempre, todos os dias.
A técnica ensina que para lidar com um estado de ansiedade é necessário aceitá-lo totalmente e nessa técnica são 8 passos.

Aceite sua ansiedade: Você deve concordar em receber todas as sensações de ansiedade, as dores, tensões, tremores, etc. É bem provável que você ache isso um absurdo sem sentido, mas ao resistir às sensações você estará prolongando e intensificando todo o desconforto, então não lute contra as sensações.

Contemple as coisas à sua volta: Quanto mais você presta atenção à si mesmo, pior e mais intenso ficará. Deixe o seu corpo reagir como quiser e enquanto isso olhe à sua volta, observe os detalhes e talvez até descreva-os para si.

Aja com sua ansiedade: Aja como se você não estivesse ansioso, continue fazendo o que você está fazendo. Diminua o ritmo, mas mantenha-se ativo e não se desespere como se quisesse fugir. Lembre-se que se fugir, a sua ansiedade diminuirá, mas o seu medo aumentará, e na próxima a ansiedade será pior.

Libere o ar dos seus pulmões, bem devagar: Creio que esse é o passo mais importante. Respire bem devagar, calmamente, inspirando pouco ar pelo nariz e expirando longamente pela boca. Conte até 3, devagarinho na inspiração, outra vez até 3 prendendo um pouco a respiração e até 6 na expiração. Assim você acalma a intensa palpitação!

Mantenha os passos anteriores: Repita cada um quantas vezes for necessário, aos poucos a sua ansiedade irá diminuindo até você se sentir confortável.

Examine seus pensamentos: É bem comum, quando estamos ansiosos, ficarmos antecipando ou criando coisas catastróficas e você sabe que elas não acontecem. Então examine o que você está pensando e dizendo pra si mesmo, e reflita racionalmente pra ver se o que pensa é verdade ou não. Você está pensando que está em perigo, mas não tem provas reais e definitivas sobre.

Sorria, se você conseguiu!: Você merece todo o mérito pois conseguiu tranquilizar-se sozinho e superar esse momento tenso. Não é uma vitória, pois não havia inimigo, apenas um visitante de hábitos estranhos.

Espere o futuro com aceitação: Não fique pensando que está livre da ansiedade, pois na verdade ela é necessária para continuar vivo. Mas saiba que você já sabe lidar com ela.


Bom, esse são os 8 passos e seguindo cada um deles você conseguirá controlar sua ansiedade e ficará mais calmo, diminuindo os sintomas da ansiedade. Você consegue!

Até a próxima amoras.

2 comentários:

  1. Post maravilhoso , pois a ansiedade é o mal do século .
    Devemos ter consciência que estar ansioso nos leva a ter atitudes muitas vezes inconsequentemente e que pode trazer muitas coisas ruins .
    Amei o post .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, eu controlar a ansiedade é um passo fundamental e que necessitam perseverança.
      Obrigada pelo comentário amora, beijos.

      Excluir