Livro do mês: O Ano em que Te Conheci - Cecelia Ahern


Detalhe do livro:
Autor: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance e Drama 
Ano: 2016
Nº de páginas: 336


Prefácio: Bem-vindos ao mundo imperfeito de Jasmine e Matt. Vizinhos, eles não têm o menor interesse em tornarem-se amigos e nunca haviam se falado antes. Estavam sempre ocupados demais com suas carreiras para manter qualquer tipo de contato. Jasmine, mesmo sem nunca tê-lo encontrado, tem motivos para não suportar Matt. Ambos estão em uma licença forçada do trabalho e sofrendo com seus dramas familiares. Eles precisam de ajuda. Na véspera de Ano-Novo, os olhares de Jasmine e Matt se encontram de forma inusitada pela primeira vez. Eles têm muito tempo livre e estão em uma encruzilhada. Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer.

Olá amores e amoras,

Sabe quando você vai a uma livraria e seu único desafio é escolher um livro em meio a uma pilha de livros que você está nos braços? Bom, essa era eu quando comprei esse livro, tinha achado alguns livros e como sempre fui separando pra escolher depois (a pior parte), mas o que ganhou foi o livro que tinha a maior quantidade de páginas. Pode parecer estranho, mas como eu já acabo pegando os livros que gostei, é mais fácil decidir por aquele que mais quero ou que tem mais páginas - assim eu demoro mais tempo com apenas um livro.

Esse livro não me cativou tanto quanto eu esperava, mas um livro gostoso de ler e um final melhor do que alguns livros que já li da autora Cecelia. Todo o livro é baseado na amizade e na confusão na mente da personagem principal, Jasmine.



O livro todo é contado por Jasmine, e que no começo já demonstra ser uma mulher bastante dramática, transformando as coisas em um caos e tudo só piora quando a mesma fica desempregada. Sem emprego e desacostumada com o fato de não ter nenhuma preocupação, compromisso ou qualquer coisa pra fazer, Jasmine passa o dia prestando atenção na vida de seus vizinhos, principalmente em Matt, o cara que ela odeia.

As pessoas são a coisa que mais me irrita. Fico irritada porque tantas não têm o mínimo senso comum, porque suas opiniões podem ser tão atrasadas e tendenciosas, e tão completamente frustantes, equivocadas, mal informadas e perigosas que não consigo nem mesmo ouvi-las.

A personagem tem uma irmã mais velha, que é Síndrome de Down, e após a morte de sua mãe, Jasmine coloca na cabeça que deve cuidar da irmã e ela passa a fazer isso dia após dia instintivamente, isso tudo meio que é o que faz sua vida girar, depois do trabalho. É por causa de irmã que ela odeia Matt, que é locutor na maior rádio do país, e que em seu programa já abordou o assunto "Síndrome de Down" de uma forma bem grosseira, é daí que surge todo o ódio. O mundo é tão "cruel" com Jasmine que o odiado vizinho também está de licença do emprego, praticamente desempregado também.

Se quiser fazer alguma coisa, você tem de fazer isso agora. Se quiser dizer alguma coisa, então precisa dizer agora.

 Para piorar as coisas a personagem recebe a responsabilidade de ter a chave da casa de Matt, afinal a esposa dele está o deixando por graves motivos de bebida e já que ele sempre esquece onde está a chave, ela terá que ajudá-lo. É a partir desse motivo que mesmo não querendo Jasmine fica próxima de Matt, e cada vez que o conhece mais, vai esquecendo seu ódio e acaba criando um carinho pelo vizinho, nascendo uma grande amizade. 
Jasmine também tem seu problemas, e Matt a ajuda - mesmo sem perceber - e o mesmo acontece com Matt, que passa a ser um pai melhor, deixa a bebida de lado e luta para conquistar a mulher de novo. 



Todo o livro é baseado nas estações do ano, já que o avô de Jasmine cultivava um belo jardim quando em vida. Ao se deparar com a frente da sua casa, toda acimentada e sem vida, decide utilizar seu tempo para construir um jardim, o que no futuro acaba sendo seu porto seguro, e que também é outro ponto que junta a amizade entre ela e Matt. 
A cada nova estação, novas mudanças ocorrem no jardim, na amizade de Jasmine e Matt e também na vida pessoal de Jasmine, que conhece Monday, um headhunter, que está procurando-a para uma vaga de emprego, mas que no final fica afim dela e tudo acaba em romance.

O livro marca bastante o requisito amizade, mostra também quanto uma pessoa e a vida pode mudar em meios as estações, o quanto podemos evoluir e passarmos a viver de uma forma diferente, mais feliz, com mais vida. 
Eu sempre pensei que receber ajuda fosse uma prova de perde do controle, mas você precisa permitir que alguém te ajude, você precisa querer que alguém te ajude, e só então essa ação pode começar.

Até a próxima amoras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário